Sim, deixo ir


Sempre escuto coisas do tipo ''Cuidado, vão tirar de você''. Deixa tirar ué. Deixa ir, deixa voltar se quiser. Afinal, eu não prometi nada também. Quem garante que eu não me deixe tirar primeiro? Somos peças, cada uma de um jogo particular, após mexer, entenda que o jogo do outro segue, que o seu está valendo e que essa bagunça pode ou não se arrumar.

 Deixa vir várias pessoas, cada uma melhor que a outra. Eu não tenho nada, então nada meu será levado, tirado ou roubado. A única coisa que eu sei que é minha, sou eu mesma. Sou tudo o que tenho e que levo. Mas o que está ao meu redor, isso não me pertence, nem é meu desejo que seja assim. Então é um grande tanto faz, rodeado de seja o que quer e faça o que quer.

Preencha sua mochila antes de finalizar o mochilão. Escale, caia, seja esquecido, seja lembrado, dê reset quando precisar e só tire a mochila, para sentar ao lado de quem fez o mesmo. Assim, ninguém vai tirar, levar ou roubar alguém que já sabe o que é, o que quer e precisa.

1 comentários

  1. Deixar livre, e se voltar é porque quer ficar. Se não ir nunca, é porque tem certeza de que sempre quis permanecer.

    ResponderExcluir