Quando você tem medo de compromisso



Existe fobia pra tudo, inclusive para compromisso, é sério! Existem pessoas que tem medo de compromisso e hoje vamos entender um pouquinho disso. Algumas pessoas curtem passar o rodo, trocam de namoro umas 3 vezes no ano... Mas isso é diferente de ter medo de algo sério. Pessoas que tem fobia de compromisso se imaginam casadas, quando estão solteiras querem estar com alguém, porém quando conseguem, para elas perde o brilho. Elas até se apaixonam e sentem sinais de que querem começar um romance com a tal pessoa, no começo do namoro ou até fica, estão super empolgadas, se doam bastante, porém quando o tempo vai passando e tudo está dando muito certo elas começam a ficar agoniadas. Veja só: você está namorando a mais de 2 ou 3 anos, está tudo muito bem, vocês gostam um do outro, tudo perfeito, é claro que se continuar assim você estará caminhando rumo ao casamento, não é verdade? Então, quando a pessoa com esse tipo de fobia pensa nisso, começa a ficar agoniada e do nada, muda de atitudes que deixam o seu parceiro sem entender nada. A vontade de estar com o parceiro vai embora, se irrita com tudo, não tolera mais erros, começa a querer ter uma relação mais amigos do que de namorados, prefere ficar com os amigos e tipo, tudo isso é do nada! Imagina como a outra pessoa da relação se sente? O problema é que nada disso é por maldade da pessoa, ela simplesmente se apavora ao imaginar que está presa seriamente a alguém ou que com apenas 19 anos já esteja caminhando rumo ao casamento e começa a se esquivar, tentando até ter defeitos que possam fazer a outra pessoa deixá-la, não há intensão de magoar, o que muitas vezes é impossível. 

Pessoas assim adoram flertar, desafios, paquerar e ter aquela coisa da conquista diária, mas quando começam algo sério, acontece tudo o que falei anteriormente. Agora imagina como alguém assim fica? Ela se apaixona, gosta muito da outra pessoa, mas tem medo de que tudo dê certo? Em muitos casos é preciso até buscar um psicólogo para abandonar esse medo. Já li em algum lugar que o erro é no começo do relacionamento, elas são intensas, fazem coisas que não condizem muito com elas, por exemplo, adoram sair, mas no começo do namoro largam todos os amigos, daí mais tarde sentem falta disso e querem voltar a sair com eles, o que quebra toda imagem que passaram ao longo do namoro, quando só ficavam ali com o namorado(a). Então é óbvio que seus parceiros vão estranhar e com isso elas vão se sentir presas e incomodadas. Pessoas assim tem vontade de ficar sem ninguém até uma boa idade, o destaque vem agora, elas esperam viver algo especial, tem medo de terem algo sério cedo demais e mais tarde verem que poderiam ter esperado mais. Se você não tem isso talvez um dia possa se relacionar com alguém assim, tente saber diferenciar idiotas de pessoas assim e entender que o erro não é seu, muito menos que você não é bom o bastante, apenas é uma dificuldade como qualquer outra que a pessoa tem e prefere te poupar. Lidar com os sentimentos não é fácil, ainda mais em casos assim, acho que para isso deve-se pensar bem antes de entrar num relacionamento, se você tem essa fobia, entenda que para viver algo especial não é preciso ter alguém perfeito ou morar em Paris para isso, se o casamento te assusta, ao invés de fazer mais um namoro dar errado, tente conhecer melhor as pessoas, fique ao invés de namorar se achar melhor, mas aproveite bem o tempo que quiser, quando se sentir confortável e encontrar alguém que te levaria fácil, fácil para o altar seja pela personalidade ou outros fatores que te agradam, vá sem medo! 

Não sei se vocês já assistiram, mas tem um filme que resume tudo isso que falei, '' Noiva em Fulga '' ele conta a história da Maggie (Julia Roberts) que é famosa onde mora por não conseguir se casar. Ela namora, vive um amor enorme, participa dos preparativos, prova o vestido, mas quando está rumo ao altar, bate um pânico e ela foge. Até que um dia um jornalista gatxíssimo quer pesquisar sobre sua vida e essa fama, ai não posso dizer mais se não perde a graça, quem quiser assistir é só vir aqui. Foi o único site que achei pegando o vídeo.

Até o próximo post! 

3 comentários